Barra do Corda, Ma, Data Atual, Hora Atual









Aniversariantes do Mês

15Ananda Gabriela Santos Galvão
25Ana Carolina Lopes Ribeiro
30Sabrina Taise Puça Almeida


Torneio de Natação Norte-Nordeste começa nesta quinta em Manaus

Autor: Aline Cabral
E-mail:
Enviado em: 19 de maio de 2011

A competição é organizada pela Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA), em parceria com Federação Amazonense de Desportos Aquáticos (Fada).

Vila Olímpica recebe o Troféu Kako Caminha amanhã e sábado (Antonio Lima/ Semdej)

Começa nesta quinta-feira (19), às 7h30, e se estenderá até sábado (21), o Festival CBDA/Correios Norte-Nordeste de Clubes Mirim e Petiz - Troféu Kako Caminha, na piscina da Vila Olímpica de Manaus.

O torneio é organizado pela Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA), em parceria com Federação Amazonense de Desportos Aquáticos (Fada). O evento terá a participação dos principais clubes e atletas das categorias mirim e petiz do Norte e Nordeste do Brasil. São 319 nadadores oriundos de clubes de Roraima, Pará, Tocantins Pernambuco, Piauí, Rondônia, Maranhão, Sergipe e Amazonas.

La Salle, Água Viva, Kako Nadadores, Uninilton Lins e Atlética Manaus, são os clubes “donos da casa”. No total, a delegação amazonense conta com 34 atletas. A luta é para conseguir um inédito título  na piscina de 50m.

Nova geração
Para o presidente da Federação Amazonense de Desportos Aquáticos, Victor Hugo Façanha, o “Botinho”, o torneio é uma oportunidade para o surgimento de novos talentos. “O Troféu Kako Caminha vem somar para a natação do Estado e servirá também para avaliar o nível nacional dos nossos atletas”.




“Respirando natação”, Fratus enlouquece colegas do Pinheiros

Autor: Leonardo Delgado
E-mail: aquabarra@sapo.pt
Enviado em: 18 de maio de 2011

Experientes brincam e dizem que revelação não fala de outra coisa

Bruno Fratus anda "alucinando" os colegas, de tanto que fala, animado, sobre natação. Satiro Sodré/CBDA

Denis Eduardo Sério, do R7

Como qualquer jovem empolgado com algum assunto, ele só fala daquilo. É assim que está sendo a vida do nadador Bruno Fratus depois de derrotar Cesar Cielo nos 100 m livre no Troféu Maria Lenk e se transformar na grande revelação da natação brasileira.

O potiguar, que está classificado para o Mundial de Xangai e os Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, animou-se ainda mais para os treinamentos depois das boas performances no Maria Lenk e praticamente só vive pensando na água.

- Eu estou respirando natação. Eu sempre me dediquei, mas agora a vida está só na natação. Estou bem mais intenso. Agora tenho uma postura muito mais profissional em relação ao esporte.

Aos 21 anos, Fratus experimenta pela primeira vez na vida a popularidade após um grande resultado. Cercado por jornalistas em entrevista no clube Pinheiros, na segunda-feira (16), ele afirmou que ser um dos alvos da imprensa é um dos fatores que o faz perceber que sua vida mudou.

- Isto aqui é totalmente novo para mim. O assédio do público também aumentou, assim como a quantidade de pessoas que perguntam de mim. Até crianças vêm falar comigo.

O sucesso também fez Bruno intensificar o tempo em que passa pensando na natação. E isso já foi sentido até pelos companheiros de clube.

A experiente Flávia Delaroli, finalista olímpica em Atenas-2004 nos 50 m livre, revelou que todos no clube Pinheiros perceberam um aumento no ânimo de Bruno nos dias seguintes ao Maria Lenk. Ela até brincou, dizendo que o atleta está enlouquecendo a todos os colegas de equipe de tanto falar de natação.

- Eu sou lesada. Nem penso em natação. Mas o Bruno, agora que ele explodiu, fica o dia todo falando disso. Está alucinando todo mundo. Ele é um atleta muito passional, que vive o esporte, e está ainda mais depois do que fez.




Troféu Camila Lima abre temporada de natação piauiense

Autor: Leonardo Delgado
E-mail: aquabarra@sapo.pt
Enviado em: 06 de abril de 2011

O destaque da competição que abriu a temporada 2011 foi Estefane Gomes Sousa, atleta juvenil de apenas 15 anos de idade.

 


A temporada do desporto aquático piauiense foi aberta no último final de semana com realização do Torneio de Natação - Troféu Camilla Lima.

O evento, além de ter sido o pontapé inicial para as competições do ano, ainda foi uma homenagem prestada à atleta Camila Lima, única nadadora que se mantém em atividade desde a categoria de base, quando começou a nadar aos 8 anos. Hoje, com 25 anos, formada em odontologia e ainda compondo a equipe da AABB.

O destaque da competição foi Estefane Gomes de Sousa, atleta juvenil de apenas 15 anos de idade e que atualmente mora em Barra do Corda e nada pelo Círculo Militar de Teresina. Ela foi a única recordista do torneio na prova dos 100 metros costa. O recorde anterior pertencia à Teresa Nascimento desde 2003, em competição também realizada no Circulo Militar de Teresina

A equipe do Círculo Militar foi a campeã geral com 781 pontos; em segundo lugar ficou a Academia Eugênio Fortes com 394 e em terceiro ficou o Sesc GCB com 355 pontos.

Participaram do evento, promovido pela Federação Piauiense de Desportos Aquáticos, 115 atletas de sete clubes piauienses e dá cidade de Barra do Corda, no Maranhão. O número de competidores, segundo a avaliação de Hennry Andrade, diretor técnico da federação, o número de participantes foi um dos pontos positivos do evento.


A nadadora Estefane Gomes Sousa foi a única recordista do torneio na prova dos 100 metros costa

Mesmo tendo sido a primeira competição do ano, muitos competidores demonstraram interesse.

Os nadadores puderam avaliar o nível em que estão, os tempos feitos para as futuras competições em nível local, como o Estadual; regional como o Campeonato Interfederativo, um dos mais importantes do calendário e os Campeonatos Brasileiros.




Competições: motivação e stress

Autor: Marcus Teshainer
E-mail:
Enviado em: 26 de março de 2011

Em uma competição o atleta se vê afetado por uma série de emoções que muitas vezes não sabe reconhecer ou nomear. Muitas dessas emoções podem ser extremamente positivas no sentido de levar o atleta a atingir melhores resultados – nesse caso estamos falamos de motivação.

Por outro, lado existem emoções que impedem o atleta de atingir o ápice de seu rendimento, impedindo-o de realizar sua tarefa com competência – neste caso estamos falando do stress ou da ansiedade.

A motivação é, muitas vezes, entendida como o principal motivo do sucesso de um atleta e o fracasso dele, muitas vezes, é explicado através de uma “desmotivação”. Podemos dizer que existem dois tipos de motivação - a intrínseca e a extrínseca. A intrínseca refere-se ao prazer que um atleta tem em realizar uma tarefa, como este se sente após correr 10 Km, a busca por sentir as sensações corporais após um dia de treino. Essa motivação diz respeito a energia que o atleta encontra para realizar uma tarefa, a fim de conseguir uma sensação que se origina dele mesmo.

A motivação extrínseca refere-se a uma valorização que vem do meio externo: pode ser uma palavra do técnico, um aplauso da torcida, o carinho de alguém querido. É uma força originada pela vontade de conquistar um reconhecimento externo.

Podemos entender que a motivação intrínseca refere-se a um reconhecimento e uma valorização interna do próprio atleta, e a extrínseca a um reconhecimento que parte do ambiente.

Tanto a motivação intrínseca quanto a extrínseca são importantes pois ao vencer uma prova, um atleta competitivo recebe reconhecimentos tanto internos quanto externos. Perguntar-se por que quer vencer a prova, o que espera receber ao ganhá-la pode ajudar o atleta a identificar as suas motivações.
Há alguns fatores como o stress e a ansiedade que interferem negativamente na motivação. Muitas vezes são gerados por problemas pessoais ou do próprio treino, ou por incertezas do atleta em relação ao seu próprio preparo ou o preparo dos outros competidores. Uma prática que ajuda muito o atleta a se manter motivado é traçar, junto ao técnico um bom planejamento de metas e objetivos, tanto em relação a uma prova quanto ao calendário do ano. Saber o que pretende em cada prova, ter clareza da importância de cada uma delas e quais as reais possibilidades de atingir os objetivos.

Como exemplo imaginemos um atleta que começou a competir nesse ano. Ele ainda não tem experiência e nem alcançou resultados significativos. Seria um objetivo irreal esperar que ele fosse campeão brasileiro no final da temporada, isso desmotivaria o atleta, pois dificilmente ele conseguiria atingí-lo. Ao dividir esse objetivo final em diferentes etapas a serem cumpridas - como primeiro vencer os campeonatos regionais, para depois almejar os estaduais e finalmente o brasileiro - estamos traçando possibilidades reais de realização, o que de fato motiva o atleta.

Da mesma forma, muitos atletas preocupam-se excessivamente com seus adversários. Antes de competirem querem saber quem estará em seu balizamento e comparam-se com os outros atletas. Esse é um fator gerador de stress e muito desmotivador, uma vez que não é possível exercer nenhum controle sobre o treino e o preparo de outros, mas apenas sobre o próprio treino.

Assim, o atleta deve concentrar-se no próprio preparo, confiar no próprio treino e no técnico, traçar uma estratégia de prova e segui-la dentro do planejado, ter em mente que se o adversário te passou em uma prova de longa distância ele pode estar usando uma estratégia diferente daquela traçada por você e seu técnico, e que essa pode ser a melhor.

Por isso é importante uma boa visualização da prova. Antes de largar o atleta deve imaginar-se executando todo o percurso, como se já estivesse competindo, e tentar, após a largada, executar exatamente o que visualizou. O atleta que faz uma boa visualização não enfrenta surpresas durante a prova.




ROGÉRIO ROMERO PARTICIPA DE ENCONTRO DE GESTORES DE ESPORTE EM TERESINA

Autor: Leonardo Delgado (Fonte: Agencia de Noticias)
E-mail:
Enviado em: 21 de fevereiro de 2011



FINA

Confederação Brasileira de Natação

Federação Maranhense de Desportos Aquáticos - FMDA

E-books de Ed. Física
E-books de Ed. Física

Swim It Up

Swimnews

Pro Swim

aquabarrabdc

Best Swimming

Not Nat

Orkut Aquabarra

Blog Paineiras

© Escola de Natação Aquabarra

Webmaster: Leonardo Delgado