Barra do Corda, Ma, Data Atual, Hora Atual









Aniversariantes do Mês

09Lavinha da Paz Menezes de Oliveira
09Mariana Mota da Silva dos Santos
15Mayana Sofia M. Rodrigues
17Maria Eduarda Paz Rodrigues
21Mayra Macêdo dos Santos Maciel
23Luis Guilherme de Morais Costa
27Guilherme Jacó Morais Bezerra


RAIRA, A FORÇA INDÍGENA NA AQUABARRA

Autor: Leonardo Delgado
E-mail: aquabarra@sapo.pt
Enviado em: 25 de novembro de 2007

 

Nascida em Barra do Corda, no dia 09 de março de 1994, com 13 anos de idade, nativa de peixe é sensível como toda excelente nadadora pertencem ao elemento água e é emotiva, receptiva, inibida, mas com uma grande capacidade de evasão, por outro lado, absorve todas as influências ao redor.

Seu nome é uma expressão indígena, dos Tupi Guaranis, que quer dizer, "homem", "guerreiro". Seu nome e origem são muito bem aplicados para uma atleta tão especial e talentosa. Tenho a impressão que nasceu para lutar e para vencer e seu histórico na Aquabarra demonstra bem isso, durante os seus dois anos de treinamento, sempre foi nas competições, que ela mostra a que veio, sempre esteve entre as melhores.

Como pessoa não gosta de confusão nem de brigas, adora tira fotos com as amigas, Natalia, Monick, Ângela e etc.,etc, etc..., Como técnico poucas foram as vezes, que tive que chamar sua atenção, ela sempre me surpreendeu com seus resultados, principalmente nas competições, foi escolhida a melhor atleta:

- Do projeto social;
- Da categoria Petiz do ano de 2006
- Da seletiva para os jogos colegiais;
- Da Categoria Infantil I, no Campeonato Maranhense de Inverno;
- Nos jogos escolares de Barra do Corda

Tenho muito orgulho de você, e te desejo boa sorte no Campeonato Maranhense de Verão

HISTÓRICO

  • 2° Colocada 18m Livre, 1° Festival "Leonardo Delgado" de Natação: 26/08 de 2006

  • 1° Colocada 18m Costas, II Festival de Natação: 12/11 de 2006

  • 1° Colocada 54m Costas, III Festival de Natação: 16-17/12 de 2006

  • 1° Colocada 54m Livre, I Seletiva de Natação e Capoeira: 21/04 de 2007

  • 1° Colocada e Recordista 54m Costas, I Seletiva de Natação e Capoeira: 21/04 de 2007

  • 1° Colocada 50m Peito, Campeonato Maranhense de Inverno (São Luis) : 07/07 de 2007

  • 1° Colocada 50m Livre, Campeonato Maranhense de Inverno (São Luis) : 07/07 de 2007

  • 2° Colocada 50m Costas,Campeonato Maranhense de Inverno (São Luis): 08/07 de 2007.

  • Melhor Atletas da Categoria Infantil Feminino do Campeonato Maranhense (São Luis): 08/07 de 2007.

  • 1° Colocada nos Jogos Escolares de Barra do Corda, 05/07 de 2007




  • MULHERES GANHAM QUATRO OUROS PARA O BRASIL

    Autor: Leonardo Delgado
    E-mail: aquabarra@sapo.pt
    Enviado em: 24 de novembro de 2007

    Belo Horizonte / MG – As brasileiras brilharam no primeiro dia de finais da Super Final da Copa do Mundo de Natação terminou neste sábado, 24/11, em Belo Horizonte. Elas faturaram quatro das seis medalhas de ouro que o país conquistou e uma delas, Tatiane Sakemi, nos 100m peito, bateu o único recorde sul-americano do dia (1m08s98).

    A equipe verde e amarela teve ainda mais seis medalhas de prata e 12 de bronze, nas 17 provas disputadas. Joanna Maranhão venceu duas vezes e os outros pódios dourados vieram com Mariana Brochado, Tatiane Sakemi, Thiago Pereira e Kaio Márcio.

    O bom desempenho feminino do Brasil deu a vitória a Joanna nos 200m medley (2m14s27) e 200m costas (2m13s16). No medley, o país ainda teve Lívia Carvalho (2m18s47) no degrau de bronze e no estilo costas o lugar foi ocupado por Fernanda Alvarenga (2m15s75). O primeiro recorde sul-americano da competição veio de braçadas femininas com pódio nacional. Tatiane Sakemi venceu os 100m peito, com 1m08s98. A marca bate o recorde sul-americano de Mariana Katsuno, 1m09s39, de 2004. Renata Sander (1m12s06) e Natalia Cardoso (1m13s03) ficaram com a prata e o bronze.

    - O recorde veio como conseqüência. Venho competindo muito e estou num bom ritmo de provas. Estive na etapa de Estocolmo e lá senti o cansaço da viagem, mas valeu demais como experiência. Aprendi muito – disse Tatiane

    Foi Mariana Brochado quem abriu com vitória a Copa para o Brasil, na primeira prova do dia: 800m livre. O pódio também foi todo verde e amarelo. Ela venceu com 8m51s60, seguida por Bárbara Jatobá (8m59s73) e Izabela Fortini (9m03s51). Mariana retorna às competições internacionais após ter ficado fora dos Jogos Pan-Americanos Rio 2007.

    - Foi ótimo retornar com uma medalha de ouro. Não nadava uma competição mais forte desde maio e estava um pouco nervosa. O tempo poderia ser melhor, mas foi bom para a época porque só descansei dois dias e estou pesada. Estou treinando para o Torneio Open (em dezembro, em São Paulo), que é seletiva para o Campeonato Sul-Americano e para os Jogos Olímpicos – explicou.

    Nos 400m medley, Thiago Pereira, marcou 4m08s49 e ficou longe de seu recorde da Copa do Mundo e sul-americano, 4m00s63, feito na etapa de Berlin, no último dia 17 de novembro, mas venceu com 10 segundos de frente para o segundo colocado, o australiano Adam Lucas (4m18s14), que venceu uma das últimas provas do dia, os 400m livre, com 3m51s88, seguido por dois brasileiros: Luiz Arapiraca (3m53s00) e Lucas Salatta (3m53s46).

    Thiago acabou em terceiro nos 100m medley (53s60), atrás dos sul-africanos Roland Schoeman (53s13) e Gerhard Zandberg (53s51).

    Kaio Márcio soube administrar a prova de 200m borboleta e venceu sem dificuldades, com 1m54s39. O australiano Christopher Wright (1m56s05) bem que tentou, mas terminou em segundo, seguido pelo russo Evgeny Korotyshkin (1m58s03). Já nos 50m do mesmo estilo Kaio terminou em quarto. Ele é recordista mundial da prova desde 2005.

    Nos 50m peito masculino, Eduardo Fischer (27s62) e Felipe Lima (27s67) fizeram dobradinha de prata e bronze. A disputa foi vencida pelo sul-africano Gerhard Zandberg (27s37). Ns 200m do estilo Tales Cerdeira (2m13s79) somou bronze para o Brasil.

    Nos 100m livre masculino dobradinha sul-africana de campeões olímpicos com Roland Schoeman (46s85) e Lyndon Ferns (47s79). O bronze foi para o brasileiro Rodrigo Castro (48s53). Nos 200m livre feminino a prova foi vencida pela sueca Josephin Lillhage (1m55s32), com as brasileiras Tatiana Lemos Barbosa (1m58s80) e Paula Baracho (2m00s59) em segundo e terceiro lugar. Tatiana também foi ao pódio nos 50m do mesmo estilo para ganhar o bronze. Ela fez 25s36 na prova vencida pela sueca Therese Alshammar (24s23).

    A americana Natalie Coughlin por pouco não superou o próprio recorde de campeonato nos 100m borboleta, 56s34, feito em 2002. Ela venceu a prova em Belo Horizonte com 56s39, seguida pelas sul-africanas Lize Marie Retief (56s98) e Keri-Leigh Shaw (59s19).

    - Estou tentando me manter entre as três primeiras do ranking do Circuito e o tempo de hoje foi bom. Ele ficou próximo dos meus melhores apesar de eu estar um pouco mais cansada em Belo Horizonte porque foram muitas viagens. Mas acho este Circuito muito importante porque dá um bom ritmo de competição – explicou Natalie.

    Nos 100m costas masculino deu o americano Randall Bal (50s80). O brasileiro Guilherme Guido foi o segundo colocado (52s38) e deixou em terceiro o russo Akady Vyatchanin (53s54), primeiro da prova na temporada 2006/2007, pelo tempo do campeonato Europeu, em dezembro do ano passado, 51s11.

    Os 50m costas feminino colocou no pódio um jovem talento brasileiro, Etiene Medeiros, de 16 anos, foi bronze pelo tempo de 28s67. A sul-africana Lize-Marie Retief (28s39) e a alemã Christin Zenner (28s64) foram as medalhas de ouro e prata.

    Resultados finais da 1ª etapa: 24/11
    800m livre fem – 1) Mariana Brochado – Brasil – 8m51s60 / 2) Bárbara Jatobá – Brasil – 8m59s73 / 3) Izabela Fortini – Brasil – 9m03s51
    100m livre masc - 1) Roland Schoeman – África do Sul – 46s85 / 2) Lyndon Ferns – África do Sul – 47s79 / 3) Rodrigo Castro – Brasil – 48s53
    200m livre fem - 1) Josephin Lillhage – Suécia – 1m55s32 / 2) Tatiana Lemos – Brasil – 1m58s80 / 3) Paula Baracho Ribeiro – Brasil – 2m00s59
    50m peito masc - 1) Gerhard Zandberg – África do Sul – 27s40 / 2) Eduardo Fischer – Brasil – 27s62 / 3) Felipe Lima – Brasil - 27s67
    100m peito fem - 1) Tatiane Sakemi – Brasil – 1m08s98 / 2) Renata Sander – Brasil – 1m12s06 / 3) Natalia Favoreto – Brasil – 1m13s03
    400m medley masc - 1) Thiago Pereira – Brasil – 4m08s49 / 2) Adam Lucas – Austrália – 4m18s14 / 3) Jay-Cee Thomson - África do Sul – 4m18s59
    100m borboleta fem - 1) Natalie Coughlin – EUA – 56s39 / 2) Lize-Marie Retief – África do Sul – 56s98 / 3) Keri-Leigh Shaw – África do Sul – 59s19
    100m costas masc - 1) Randall Bal – EUA – 50s80 / 2) Guilherme Guido – Brasil - 52s38 / 3) Arkaky Vyatchanin – Rússia – 53s54
    50m costas fem - 1) Lize-Marie Retief – África do Sul – 28s39 / 2) Christin Zenner – Alemanha - 28s64 / 3) Etiene Medeiros – Brasil – 28s67
    200m borboleta masc - 1) Kaio Márcio – Brasil – 1m54s39 / 2) Christopher Wright – Austrália – 1m56s05 / 3) Evgeny Korotyshkin – Rússia – 1m58s03
    200m medley fem - 1) Joanna Maranhão – Brasil – 2m14s27 / 2) Keri-Leigh Shaw – África do Sul – 2m17s93 / 3) Lívia Carvalho dos Santos – Brasil – 2m18s47
    400m livre masc - 1) Adam Lucas – Austrália – 3m51s88 / 2) Luiz Arapiraca – Brasil – 3m53s00 / 3) Lucas Salatta – Brasil -3m53s46
    50m livre fem - 1) Therese Alshammar – Suécia – 24s23 / 2) Josephin Lillhage – Suécia – 25s04 / 3) Tatiana Lemos Barbosa – Brasil – 25s36
    200m peito masc - 1) Jonas Andersson – Suécia – 2m13s19 / 2) Dmitry Komornikov – Rússia – 2n13s58 / 3) Tales Cerdeira – Brasil – 2m13s79
    100m medley masc - 1) Roland Schoeman – África do Sul – 53s13 / 2) Gerhard Zandberg – África do Sul – 53s51 / 3) Thiago Pereira – Brasil – 53s60
    200m costas fem - 1) Joanna Maranhão – Brasil – 2m13s16 / 2) Christin Zenner – Alemanha – 2m15s35 / 3) Fernanda Alvarenga – Brasil – 2m15s75
    50m borboleta masc - 1) Lyndon Ferns – África do Sul – 23s40 / 2) Evgeny Korotyshkin – Rússia – 23s83 / 3) Roland Schoeman – África do Sul – 23s84

    COPA DO MUNDO DE NATAÇÃO – 2007

    1ª Etapa – 19 e 20/10 – Durban /RSA
    - Gabriel Mangabeira – Ouro – 100m borboleta
    2ª Etapa – 27 e 28/10 – Cingapura /SIN
    - Lucas Salatta – Prata – 200m medley
    - Lucas Salatta – Prata – 400m medley
    - Lucas Salatta – Bronze – 200m borboleta
    - Rodrigo Castro – Bronze – 400m livre
    3ª Etapa – 01 a 03/11 – Sidnei/ AUS
    - Felipe Lima - Bronze - 50m peito
    4ª Etapa – 09 e 10/11 – Moscou/ RUS
    - Fernando Silva - Prata - 100m medley
    - Fernando Silva - Bronze - 50m livre
    - Tatiana Lemos Barbosa - Bronze - 100m livre
    5ª Etapa – 13 e 14/11 – Estocolmo/SUE
    - Thiago Pereira - Ouro - 400m medley
    - Thiago Pereira - Ouro - 100m medley
    - Thiago Pereira - Ouro - 200m medley
    - Fabíola Molina - Ouro - 100m costas
    - Fabíola Molina - Prata - 50m costas
    6ª Etapa – 17 e 18/11 – Berlim/ALE
    - Thiago Pereira - Ouro - 100m medley
    - Thiago Pereira - Ouro - 400m medley
    - Thiago Pereira - Ouro - 200m medley
    7ª Etapa – 23 a 25/11 – Belo Horizonte/BRA
    - Mariana Brochado - Ouro - 800m livre
    - Tatiane Sakemi - Ouro - 100m peito
    - Thiago Pereira - Ouro - 400m medley
    - Kaio Márcio - Ouro - 200m borboleta
    - Joanna Maranhão - Ouro - 200m medley
    - Joanna Maranhão - Ouro - 200m costas
    - Bárbara Jatobá - Prata - 800m livre
    - Tatiana Lemos Barbosa - Prata - 200m livre
    - Eduardo Fischer - Prata - 50m peito
    - Renata Favilla Sander - Prata - 100m peito
    - Guilherme Guido - Prata - 100m costas
    - Luiz Arapiraca - Prata - 400m livre
    - Izabela Fortini - Bronze - 800m livre
    - Rodrigo Castro - Bronze - 100m livre
    - Paula Baracho Ribeiro - Bronze - 200m livre
    - Felipe Lima - Bronze - 50m peito
    - Natalia Favoreto - Bronze - 100m peito
    - Etiene Medeiros - Bronze - 50m costas
    - Lívia Carvalho dos Santos - Bronze - 200m medley
    - Lucas Salatta - Bronze - 400m livre
    - Tatiana Lemos Barbosa - Bronze - 50m livre
    - Tales Cerdeira - Bronze - 200m peito
    - Thiago Pereira - Bronze - 100m medley
    - Fernanda Alvarenga - Bronze - 200m costas

    Eliana Alves / Souza Santos
    Assessoria de Imprensa da CBDA



    JOANNA MARANHÃO CONQUISTA DOIS OUROS; SAKEMI BATE RECORDE

    Autor: Leonardo Delgado
    E-mail: aquabarra@sapo.pt
    Enviado em: 24 de novembro de 2007

    A pernambucana Joanna Maranhão caiu duas vezes neste sábado na piscina em Belo Horizonte e garantiu dois ouros na última etapa da Copa do Mundo de natação em piscina curta. A nadadora confirmou o favoritismo nos 200 m medley e ainda surpreendeu com o primeiro lugar nos 200 m costas.

    Bem distante do recorde da prova (2min08s44), que pertence à ucraniana Yana Klochkova, Joanna nadou com folga os 200 m quatro estilos, uma de suas melhores provas, e conquistou o ouro com o tempo de 2min14s27.

    "Sei que essa e uma etapa mais fraca e, se fosse nadar isso lá fora, provavelmente não seria nem segunda, talvez terceira até, com esse tempo, ninguém precisa vir me dizer isso", disse Joanna antes da premiação. "Estou satisfeita porque fiz um índice bom, e é isso o que importa."

    Para o treinador da nadadora, Joanna, que teve muitos problemas para voltar à boa fase após a final olímpica em Atenas-2004, passa por uma fase mais madura. Ainda sem índice olímpico, Joanna disse esperar atingir a meta no torneio Open, que será disputado em dezembro.

    "Ela ainda é uma fera, mas está sendo domada", brincou o técnico Nikita. "Joanna é uma ferinha. Aos poucos, a gente vai levando, e ela vai melhorando."

    Segundo ele, a nadadora disputou os 200 m costas apenas para testar o fundamento no medley. "Para a Olimpíada, ela vai continuar nadando medley. Mas ela precisa de ritmo no costas, e isso foi um bom sinal."

    Outra brasileira, Lívia Santos, que havia duelado bem com Joanna nas eliminatórias, foi a terceira colocada da prova com 2min18s47. Entre as duas atletas locais ficou a russa Keri-Leig Shaw com o tempo de 2mins17s93.

    Mais tarde, de volta à piscina, Joanna superou o favoritismo da alemã Christi Zenner e ficou com o primeiro lugar ao registrar 2min13s16, quase 10 segundos acima do recorde da competição. A européia veio logo atrás com 2min15s35, seguida de perto pela brasileira Fernanda Alvarenga (2min15s75).

    Marca sul-americana

    A brasileira Tatiane Sakemi venceu os 100m peito, com 1m08s98, marca que estabelece novo recorde sul-americano. Tatiane superou o índice de Mariana Katsuno, 1m09s39, que datava de 2004. Renata Sander (1m12s06) e Natalia Cardoso (1m13s03) ficaram com a prata e o bronze.

    "O recorde é a conseqüência de muito trabalho. Estou competindo muito, e num momento de bom ritmo de provas", contou Tatiane, que bancou do bolso a viagem à etapa de Estocolmo, na Suécia, mas não medalhou. "Lá eu senti o cansaço da viagem, mas valeu demais como experiência."

    Nos 50 m livre, a sueca Therese Alshammar mostrou por que é a melhor atleta da Copa 2007 até aqui. Com folga, ela venceu a prova ao registrar 24s23. Sua compatriota Josephine Lillhage foi a segunda colocada com 25s04, deixando para trás a brasileira Tatiana Lemos Barbosa (25s29).




    THIAGO PEREIRA BUSCA NOVO RECORDE EM BELO HORIZONTE

    Autor: Leonardo Delgado
    E-mail: aquabarra@sapo.pt
    Enviado em: 24 de novembro de 2007

    Nadador brasileiro, recordista dos 200m medley, é o grande favorito na superfinal da Copa do Mundo

    Medalha de ouro nos 400m medley nas etapas de Estocolmo e Berlim da Copa do Mundo de Natação, Thiago Pereira busca, a partir das 9h30 de hoje, a terceira vitória na prova, desta vez na Superfinal de Belo Ho-rizonte. Recordista mundial dos 200m medley (1min53s14) em piscina curta na Alemanha, Thiago também ficou muito próximo de estabelecer a melhor marca do mundo nos 400m medley. O nadador de Volta Redonda, que treina em Belo Horizonte, cravou em Berlim 4min00s63, melhor marca da Copa do Mundo, e ficou 26 centésimos acima do recorde do húngaro Laszlo Cseh, obtido em Trieste, na Itália, em 2005.
    “Procuro focar sempre na próxima competição, a cada prova. Por isso, neste momento, estou pensando nas quatro provas deste final de se-mana. Depois vou pensar no Open de dezembro e, na seqüência, nas competições de 2008”, afirma Thiago, que ontem estrearia na Superfinal, nas eliminatórias dos 100m medley.


    Assim como na Europa, Thiago compete em Belo Horizonte nos 100m, 200m e 400m medley. Como novidade, ele disputa também os 200m livre. Thiago torce por um fim de semana sem frio ou chuva, condições que podem atrapalhá-lo na busca por novas vitórias ou recordes. O nadador também garante que está preparado para a pressão. “Sempre nado pensando no melhor que posso fazer naquele momento. Não nado pensando em pódio ou recorde. Eu sempre me pressiono para ir bem e não me afeto com a pressão externa”, diz.


    Para hoje, Thiago aponta como principais adversários nos 400m medley o australiano Adam Lucas e o alemão Jan David. Caso consiga vaga, o recordista mundial também disputa a final dos 100m medley, prova em que também terá pela frente Adam Lucas, o sul-africano Gerhard Zandberg, ouro nos 50m costas no Mundial de Melbourne/2007, e o sul-africano Roland Schoeman, medalha de ouro nos 50m borboleta no Mundial de Melbourne/2007, recordista mundial da prova em piscina olímpica e campeão olímpico no 4x100m livre em Atenas, onde ganhou ainda prata nos 100m livre e bronze nos 50m livre.


    O treinador Fernando Vanzella disse que Thiago tem feito bons treinos após a viagem cansativa da Europa. “Espero que ele nade bem, até porque terá o apoio da torcida e está bastante estimulado. O objetivo maior nesta Copa do Mundo é melhorar os fundamentos, o nado livre, a virada, o nado submerso. Tudo isso pensando no treinamento voltado para a Olimpíada de 2008. Estamos começando a construir a possibilidade de medalha em Pequim”.


    A Superfinal da Copa do Mundo de Natação reúne 12 países (África do Sul, Alemanha, Argentina, Austrália, Brasil, Chile, Estados Unidos, Gana, Cingapura, Suécia, Rússia e Turquia), com 50 nadadores estrangeiros e 117 brasileiros. A SporTV transmite todas as provas, e a TV Globo exibe as finais de amanhã, dentro do Esporte Espetacular.



    BRASILEIROS FAZEM MELHOR TEMPO EM SEIS PROVAS

    Autor: Leonardo Delgado
    E-mail: aquabarra@sapo.pt
    Enviado em: 24 de novembro de 2007

    Thiago Pereira cumpriu o que dele se esperava. Com uma torcida própria na piscina de seu clube, o Minas Tênis, ele ficou em primeiro nos 100m medley, com 10 centésimos à frente do segundo colocado, o sul-africano Gerhard Zandberg, campeão dos 50m costas do Mundial de Melbourne.

    Guido superou nos 100m costas o líder do ranking da Copa do Mundo, o americano Randall Bal, segundo colocado com 54s21. Kaio, com 1m56s66, deixou a segunda vaga para o australiano Christopher Wright, com 1m58s96. Já Salatta marcou 3m53s90, com o australiano Jay-Cee em segundo, com 3m54s14. Nos 200m medley feminino, uma dobradinha verde-amarela, com a pernambucana Joanna Maranhão na primeira colocação, com 2m19s63, seguida por Lívia Carvalho dos Santos, com 2m20s71. E por fim, Thiago Parravicini nos 100m peito, com 27 centésimos de frente para o sueco Jonas Andersson, com 2m15s61.

    Nos 100m livre masculino, o melhor tempo ficou com o sul-africano Lyndon Ferns, campeão olímpico do 4x100m livre em Atenas/2004, com 48s71. O melhor desempenho brasileiro ficou com Fernando Silva, terceiro colocado com 49s07. Nos 200m livre feminino, a sueca Josephin Lillhage foi a disparada a melhor das eliminatórias, com 1m56s95. O segundo melhor tempo coube à brasileira Juliana Kury, com 2m01s08.

    Nos 50m peito, a disputa foi bem acirrada e promete uma final emocionanate entre o sul-africano Gerhard Zandberg (1º tempo, com 27s40) e os brasileiros Eduardo Fischer (2º - 27s64) e Felipe Lima (3º - 27s81). Os 100m borboleta feminino teve a sul-africana Lize-Marie Retief, com 58s94, à frente da campeoníssima norte-americana Natalie Coughlin, 2ª com 1m00s42 e da brasileira Gabriella Silva, 3ª, com 1m01s01.

    Os 50m livre teve a sueca Therese Alshammar, líder do ranking da Copa do Mundo, com a melhor performance, com 24s24. A brasiliense Tatiana Lemos Barbosa veio a seguir, com 25s29. A alemã Christin Zenner foi a mais rápida dos 200m costas, com 2m15s49, seguida pela brasileira Fernanda Alvarenga, 2m16s55. Na última prova do dia, Lyndon Ferns e Roland Schoeman, da África do Sul, foram os melhores, com 23s41 e 23s46, respectivamente. O recordista mundial Kaio Márcio obteve o melhor tempo brasileiro, 24s21, e terminou em quarto.

    As provas de 800m livre e 100m peito, ambos no feminino terão final direta, enquanto os 400m medley somente teve disputada a série fraca, deixando todas as expectativas brasileiras para a final forte, na manhã deste sábado, com o brasileiro Thiago Pereira, que há uma semana ficou a pouco mais de 20 centésimos do recorde mundial.



    FINA

    Confederação Brasileira de Natação

    Federação Maranhense de Desportos Aquáticos - FMDA

    E-books de Ed. Física
    E-books de Ed. Física

    Swim It Up

    Swimnews

    Pro Swim

    aquabarrabdc

    Best Swimming

    Not Nat

    Orkut Aquabarra

    Blog Paineiras

    © Escola de Natação Aquabarra

    Webmaster: Leonardo Delgado