Barra do Corda, Ma, Data Atual, Hora Atual









Aniversariantes do Mês

04Ricardo Lima Rodrigues P.
11Débora de Matos Barbosa


EDUARDO SPOTTI É DE PRATA NO BRASILEIRÃO

Autor: Jornal Pequeno
E-mail:
Enviado em: 29 de julho de 2008

Com apenas 7 atletas inscritos – em virtude das férias escolares – a Seleção Maranhense de Natação, categoria Júnior, participou no final de semana do IX Campeonato Brasileiro Júnior Interfederativo de Natação (Copa Cidade de Anápolis – Troféu Paulo Roberto de Melo), realizado na cidade de Anápolis/GO e ficou apenas na oitava colocação, com 28,00 pontos, entre os 12 estados participantes e cerca de 250 nadadores.

O selecionado de São Paulo conquistou o hexacampeonato, ao somar 793,00 pontos, enquanto a seleção de Minas Gerais ficou na segunda colocação, com 739,00 pontos. O Rio de Janeiro ficou na terceira posição, com 291,50 pontos.

Pela seleção maranhense tomaram parte do evento: Anderson França Fausto Maia, Eduardo Spotti Gonçalves, Guilherme Lobo Valinhas, Iran Almeida, Rhenann Bruno Nunes, Rodrigo Jorge Almeida do lado masculino e apenas Ana Gomes Silva, do lado feminino.

Entre os 7 nadadores, apenas Eduardo Spotti Gonçalves, Júnior I da MAC/Nina, conquistou medalhas. Na 19ª prova (50m Costas) conquistou a primeira medalha de prata ao marcar o tempo de 00´26´´93. Na 37ª prova (100m Borboleta), conquistou a segunda medalha de prata com o tempo de 00´56´´10.




ÚLTIMOS NADADORES CHEGAM E SELEÇÃO ESTÁ COMPLETA

Autor: Júlio Gomes Filho
E-mail:
Enviado em: 28 de julho de 2008

Seleção Olímpica de 2008: Rodrigo Rocha Castro, Flávia Delaroli-Cazziolato, Gabriella Silva, Felipe França, Guilherme Guido, Fabíola Molina Yabe, Joanna Maranhão, Daynara Lopes de Paula, Fernando Souza Silva, Philip Morrison, César Cielo Filho, Henrique Marques Barbosa, Lucas Salatta, Thiago Pereira, Kaio Márcio Almeida, Nicolas Nilo Oliveira, Eduardo Deboni e Gabriel Mangabeira

Kaio Márcio e Lucas Salatta chegaram nesta terça-feira a Macau e completaram a equipe de natação que faz aclimatação para a disputa da Olimpíada em Pequim. Agora são 14 nadadores e 10 nadadoras.

Os dois preferiram passar alguns dias a mais no México, treinando na altitude. Salatta, 21 anos, vai competir nos 200m costas e revezamento 4x200m livre.

Já Kaio Márcio vai disputar os 100m e 200m borboleta e o revezamento 4x100m medley. "Deu para dormir bastante no vôo e já se adaptar ao fuso", comentou.

Ele foi o último a chegar no hotel Grandview, já que se perdeu dos outros componentes da equipe no aeroporto de Hong Kong e precisou pegar outro ferry boat para chegar em Macau.

"Treinei bem lá na altitude, a gente deu uma afinada no treinamento pra Olimpíada. Com a dificuldade lá de cima pra mim foi melhor e acho que agora vai dar certo. A competição é difícil, muito forte, mas acho que estou preparado para representar bem o Brasil", disse Márcio.




FREDERICO CASTRO BATE TRÊS RECORDES

Autor: Jornal Pequeno
E-mail:
Enviado em: 28 de julho de 2008

Nadando na semana passada no Triangle Aquatic Center durante o LC Senior Championships do estado de Carolina do Norte, o nadador maranhense Frederico Veloso de Castro, defendendo as cores do Virgínia Gators, do estado da Virgínia – onde reside atualmente – voltou a empolgar e se transformar no principal foco da mídia esportiva daquele estado americano.

Sob o comando do técnico americano Doug Fonder, Frederico Veloso de Castro (ainda ligado no Brasil à MAC/Nina, por quem deverá nadar nas competições nacionais mais importantes) conquistou mais uma medalha de ouro e quebrou mais um recorde da competição realizada na Carolina do Norte, marcando o tempo de 00’54’’72 na prova dos 100m Borboleta da categoria Júnior, depois de marcar 00’56’’69 nas eliminatórias. A marca de 00’55’’69 pertencia a Peter Verhoef e fora estabelecida no dia 25 de julho de 2003.

O sábado não foi diferente para Frederico Castro. Na mesma competição, nadando a prova dos 200m Borboleta (prova específica) Frederico Veloso de Castro voltou a subir no pódio para receber mais uma medalha de ouro e comemorar mais uma quebra de recorde. Ao marcar o tempo de 02’00’76 na final, depois de 02’08’’49 nas eliminatórias, Frederico superou a marca de 02’02’’77 estabelecida por Todd McGraw no dia 28 de julho de 2007.

Fechando sua participação na competição, no domingo, Frederico Castro voltou a subir no lugar mais alto do pódio ao marcar o tempo de 00’23’’64 na prova dos 50m Livre, estabelecendo um novo recorde para a prova. O tempo anterior, de Peter Verhoef era de 00’24’’59 marcado no dia 26 de julho de 2003.




CIELO TREINARÁ COM SUPERMAIÔ EMPRESTADO DE ÍDOLO AMERICANO

Autor: Júlio Gomes Filho
E-mail:
Enviado em: 28 de julho de 2008

Lado a lado, César Cielo e Thiago Pereira, destaques da natação brasileira em Pequim

O velocista César Cielo, esperança de medalha nos 50m e 100m livre, é o primeiro nadador brasileiro que vai aproveitar o período de aclimatação em Macau para treinar com o LZR Racer, da Speedo, batizado de "maiô milagroso" e que gerou uma avalanche de recordes mundiais batidos este ano.

O empresário dele, o norte-americano Sabir Muhammed, é amigo do nadador Gary Hall Jr. e entregou para Cielo o maiô usado por Hall na seletiva americana, há um mês.

"Ele é mais gordinho, então o maiô está um pouco largo em mim, sobra dos lados. Mas é bom para ir me acostumando com o material. A partir de amanhã (terça-feira), já passarei a dar uns tiros", contou Cielo.

Hall e Cielo têm, além de Muhammed, o nadador Fernando Scherer como amigo comum. O norte-americano é ganhador de dez medalhas olímpicas e foi ouro em Atenas 2004 nos 50m nado livre. Aos 33 anos, ele não conseguiu se classificar para os Jogos de 2008 ao ser quarto na seletiva de seu país.

Cielo deve receber em Pequim os dois maiôs encomendados por ele para a competição olímpica.

"Eu acho que vai haver dificuldade para que os atletas consigam maiôs no tamanho exato lá em Pequim, eles vão se esgotar rapidamente. Eu espero que cheguem logo os que eu encomendei. Um eu vou usar nas eliminatórias, e outro vou usar nas finais. Aí tentarei arrumar mais algum por lá para treinar", contou o nadador.

O "maiô milagroso" da Speedo foi lançado este ano após desenvolvimento feito em associação com a Nasa e causou impacto. Desde então, foram quebrados 44 recordes mundiais. Ele permite um melhor fluxo de oxigênio pelo corpo, que permanece em melhor posição hidrodinâmica.

"Eu testei o maiô da (marca) Arena um dia e, logo depois, baixei meio segundo com esse da Speedo. Não dá para negar que ele dá resultado, todo mundo vai acabar tendo que usar", disse Cielo. "No entanto, parece que a partir da quarta vez que você usa já não apresenta o mesmo rendimento. Então eu vou guardar os meus novos só para as Olimpíadas".

O outro nadador brasileiro com chances de medalha, Thiago Pereira, ainda não tem o maiô e disse que espera poder testá-lo em Pequim. "Quando chegar lá a gente vai receber várias opções e experimentar para saber qual dá melhor resultado", falou Pereira.



APÓS MARATONA AÉREA, THIAGO PEREIRA CONFESSA:

Autor: Leonardo Delgado
E-mail: aquabarra@sapo.pt
Enviado em: 25 de junho de 2008

Nadador leva 44 horas para chegar a Macau, na China, e faz apenas treinamentos leves para soltar a musculatura. Pequim só dia 4 de agosto

Nadador já está em Macau: por enquanto, nada de treinamento pesado

Thiago Pereira chegou a Macau, na China, quinta-feira e foi imediatamente à piscina para soltar a musculatura. Assim devem ser os próximos dias do nadador brasileiro, que chegou a encarar 44 horas de viagem entre conexões aéreas e balsas, enquanto se adapta ao fuso-horário chinês. O nadador só segue apra Pequim dia 4 de agosto, onde faz a segunda Olimpíada de sua carreira. Sua estréia na competição acontece dia 9, nos 400m medley. O atleta também cai na psicina para os 200m medley e o revezamento 4x200m livre.

- Chegamos aqui e fomos direto para piscina. Já fiz dois treinos leves, para soltar a musculatura. Fiquei morto da longa viagem, mas vou ter alguns dias para me recuperar - comentou.

Embora o fuso-horário seja de difícil adaptação para os atletas, a maior preocupação de Thiago e seu técnico, a alimentação, já foi superada. O nadador ficou mais tranqüilo quando soube que o cardápio do hotal era internacional, assim como o da Vila Olímpica. O técnico do nadador, Fernando Vanzella também comentou a adaptação de Thiago durante o período que vai estar em Macau, principalmente após a demorada viagem.

- Nesses três primeiros dias, o Thiago vai fazer treinos leves para soltura da musculatura, voltados à parte aeróbica de baixa intensidade. Só depois disso, faremos treinos de velocidade. As condições estão muito boas aqui, principalmente na parte da alimentação.

Thiago Pereira não quer pensar nas medalhas por enquanto

Thiago recebe medalha da mãe: nadador mantém cautela em relação aos Jogos

Depois de subir ao pódio 8 vezes com seis ouros, uma prata e um bronze no Pan do Rio, em 2007, o nadador brasileiro estabeleceu seus objetivos por etapas e não quer atropelá-las. Primeiro, Thiago almeja estar entre os oito melhores em suas provas para poder avançar às finais.

- Meu maior sonho é ganhar uma medalha olímpica e estou treinando muito para isso. Se isso acontecer, vou me sentir o cara mais realizado do mundo, mas prefiro não ficar pensando nisso agora, em ter a obrigação de ganhar. Meu principal objetivo é chegar primeiro à final. Na final, a gente vê no que dá.

Em 2004, o Brasil não conquistou medalhas na natação em Atenas, quando o nadador teve um quinto lugar como sua melhor colocação. Por isso, Thiago sabe da importância de uma conquista olímpica, mas não faz trabalho psicológico específico para superar a pressão.

- Não tenho psicólogo, mas sempre converso muito com meu técnico (Fernando Vanzella) e isso ajuda bastante.

"Força" das arquibancadas também vai estar em Pequim

Como impulso extra para motivar o atleta não há nenhuma novidade. Na arquibancada, os gritos que vão empurrar o nadador o acompanham desde muito cedo e o apoio incondicional tem justificativa. A já conhecida mãe de Thiago, Rosa, também vai estar m Pequim.
- O apoio dela sempre foi muito importante para mim e será também em Pequim. Ela sempre me empurrou em cada prova, cada competição. Pena não poder levar a torcida brasileira toda pra lá. Mas pode ter certeza que ela vai representar essa torcida.



FINA

Confederação Brasileira de Natação

Federação Maranhense de Desportos Aquáticos - FMDA

E-books de Ed. Física
E-books de Ed. Física

Swim It Up

Swimnews

Pro Swim

aquabarrabdc

Best Swimming

Not Nat

Orkut Aquabarra

Blog Paineiras

© Escola de Natação Aquabarra

Webmaster: Leonardo Delgado