Barra do Corda, Ma, Data Atual, Hora Atual









Aniversariantes do Mês

11Gabriela Teixeira de França
20Luis Henrique Jacauna de Souza


CÉSAR CIELO VENCE OS 50M LIVRE E GARANTE 1º OURO DO BRASIL

Autor: Leonardo Delgado
E-mail: aquabarra@sapo.pt
Enviado em: 16 de agosto de 2008

César Cielo entrou para a história neste sábado (noite de sexta-feira no horário de Brasília), ao conquistar a primeira medalha de ouro da natação brasileira e também o primeiro ouro do país nos Jogos Olímpicos de Pequim ao registrar o recorde olímpico dos 50 metros livre.

Cielo fez o tempo de 21s30, quebrando o próprio recorde olímpico que havia feito semifinais de quinta-feira, 16. Assim que viu seu nome no telão, Cielo caiu no choro ainda na piscina.

"Era a prova da minha vida. É o melhor momento que eu passo na minha vida. Foi sensacional. Acho que se tivesse que voltar no tempo e mudar alguma coisa, não mudaria nada para chegar aqui", disse ele à televisão, ainda emocionado e sem conseguir segurar as lágrimas.

"É muito bom, não tem sensação melhor do que ver o número 1 na frente do seu nome. Agora sou um campeão olímpico. Era um sonho meu de criança, nunca imaginei que chegaria onde estou hoje".

Cielo ficou à frente dos franceses Amaury Leveaux e Alain Bernard, que terminaram respectivamente com 21s45 e 21s49. O recordista mundial da prova, o australiano Eamon Sullivan, terminou em sexto, com 21s65.

Cielo chora no pódio após conquista inédita

Foi a segunda medalha de Cielo em Pequim, na primeira Olimpíada de sua carreira - há dois dias, ele também levou bronze na prova dos 100 metros livre. Assim, o Brasil passa a ter cinco medalhas nos Jogos Olímpicos, com outras três de bronze no judô (Leandro Guilheiro, Ketleyn Quadros e Tiago Camilo).

Aos 21 anos, o paulista César Cielo Augusto Filho, nascido em Santa Bárbara D Oeste, mantém assim a tradição de sucesso dos velocistas na natação brasileira. Desde Manuel dos Santos Junior, bronze nos 100m livre nos Jogos de Roma/60, até Fernando Scherer (Xuxa) e Gustavo Borges, que brilharam na década de 90.

A performance de Cielo foi sensacional desde o começo da disputa dos 50 metros livre na Olimpíada de Pequim. Nas eliminatórias, ele bateu o recorde olímpico, com o tempo de 21s47. Mas, na bateria seguinte, o francês Amaury Leveaux baixou para 21s46. Aí, na semifinal, o brasileiro retomou o recorde olímpico, com 21s34.




CÉSAR CIELO MEDALHA DE BRONZE EM BEIJING

Autor: Leonardo Delgado
E-mail: aquabarra@sapo.pt
Enviado em: 24 de agosto de 2008

Cesão fez história. Nadando na raia 8 conquistou a primeira medalha da natação brasileira em Beijing. Um bronze dourado e que termina um jejum de oito anos sem medalhas em Jogos Olímpicos. Satiro Sodré fez os registros.

César Cielo olhou para o placar e viu: 47:67 terceiro lugar
Crédito: Satiro Sodré

Depois disso foi só loucura
Crédito: Satiro Sodré


Alegria incontrolável de Cesão
Crédito: Satiro Sodré





JOANNA VENCE BATERIA COM RECORDE, MAS NÃO VAI À SEMIFINAL DOS 200 M MEDLEY

Autor: Leonardo Delgado
E-mail: aquabarra@sapo.pt
Enviado em: 11 de agosto de 2008

A brasileira Joanna Maranhão fez uma boa prova nas eliminatórias dos 200 m medley, bateu o recorde sul-americano da distância, mas não passou para as semifinais nesta segunda-feira, nos Jogos Olímpicos de Pequim. No Cubo Da Água, a nadadora fez a segunda bateria em 2min14s97, deixando suas rivais para trás, mas na somatória dos tempos das baterias, foi a 22ª colocada, posição insuficiente para avançar.

 

Joanna teve uma prova muito consistente. No início, foi a terceira colocada no nado borboleta e melhorou uma posição nos 50 m em que praticou o costas. No peito, chegou a liderar, mas caiu de produção.

 

A grande recuperação veio nos 50 m finais, estilo livre. A brasileira passou as adversárias, assumiu a liderança e abriu vantagem. Com 2min14s97, ela baixou o recorde sul-americano da argentina Georgina Bardach. A marca antiga era de 2min15s08, feita na Austrália, em março de 2007.

 

Na bateria, a brasileira ficou com quase dois décimos de vantagens para a segunda colocada, a norueguesa Sara Nordenstam, que marcou 2min15s13. A terceira posição ficou com a sul-coreana Choi Hyera, com 2min15s26.

 

Entre as classificadas à semifinal, a melhor foi Alicia Coutts, com 2min11s55. A norte-americana Katie Hoff ficou com a segunda marca, cravando 2min11s58 e sua compatriota Natalie Coughlin completou as três primeiras, com 2min11s63.

 

Nesta edição dos Jogos, Joanna Maranhão já nadou os 400 m medley, em que foi eliminada já nas eliminatórias, e ainda participará da disputa dos 200 m borboleta, terça-feira. No mesmo dia, às 00h26 (horário de Brasília), ela disputa a semifinal dos 200 m medley.




KAIO TERCEIRO MELHOR 200M BORBOLETA MASCULINO

Autor: Leonardo Delgado
E-mail: aquabarra@sapo.pt
Enviado em: 11 de agosto de 2008

Kaio Márcio nadando ao lado de Michael Phelps estréia em Beijing, quebrando o recorde sul-americano da prova nesta segunda-feira, dominando quase toda a prova, perdendo apenas para Phelps, na última volta. Foi a prova mais bonita dos brasileiros, nadando na raia 3 se classificou com o terceiro tempo 01’54”65 e Phelps bateu o recorde olímpico de 01’54”04, com o tempo de 1 53"70.

 

O húngaro Laszlo Cseh foi o único "intruso" entre Kaio e Phelps ao obter o segundo melhor tempo geral das baterias (1min54s48).

 

Kaio achou que foi melhor do que ele mesmo imaginava na eliminatória. "Agora é soltar, e depois descansar, porque amanhã tem a semifinal. Passando da semifinal, tenho que pensar na final", disse ao Sportv.

 

O brasileiro disse que não se sentiu pressionado por nadar ao lado de Phelps na série. "Já nadei três vezes com ele, então nadar agora para mim é tranqüilo. Fiquei concentrado na prova, não nele".




MONIQUE FICA EM 28º E É ELIMINADA NOS 200 M LIVRE

Autor: Liana Pithan
E-mail:
Enviado em: 11 de agosto de 2008

A nadadora Monique Ferreira ficou em 28º lugar geral nas eliminatórias da prova de 200 metros livre depois de registrar o tempo de 2:00.64 em bateria disputada nesta segunda-feira. Monique afirmou que esperava baixar seu tempo para 2:00.59, mas se mostrou satisfeita com o resultado, o segundo melhor da sua carreira.



FINA

Confederação Brasileira de Natação

Federação Maranhense de Desportos Aquáticos - FMDA

E-books de Ed. Física
E-books de Ed. Física

Swim It Up

Swimnews

Pro Swim

aquabarrabdc

Best Swimming

Not Nat

Orkut Aquabarra

Blog Paineiras

© Escola de Natação Aquabarra

Webmaster: Leonardo Delgado